As atuações abrem com o Concerto em Ré, para orquestra de cordas, do compositor russo, concluído depois de se fixar nos Estados Unidos, segue com o "Idílio de Siegfried", de Richard Wagner, e culmina em Mozart, com a derradeira sinfonia do compositor de Salzburgo, a 41.ª, “Júpiter", concluída três anos antes da sua morte, ocorrida em 1791.

Os concertos realizam-se em Alcobaça, no âmbito do Festival Cistermúsica (23 de julho), em Castelo Branco, no Cine-Teatro Avenida (24 de julho), e na Casa da Música, no Porto, no domingo (25 de julho). São dirigidos pelo maestro Dinis Sousa.

A Orquestra XXI é composta por músicos portugueses residentes no estrangeiro, membros de algumas das mais importantes orquestras mundiais, fundada e dirigida por Dinis Sousa, recém-nomeado maestro principal da Royal Northern Sinfonia, depois de ter passado a maestro assistente do regente John Eliot Gardiner, em 2018, consolidando o seu trabalho iniciado anos antes com o fundador da Orchestre Rèvolutionnaire et Romantique, do Coro Monteverdi e dos English Baroque Soloists.

Informações sobre cada concerto da digressão e a bilheteira estão disponíveis na página "Próximos Concertos" da Orquestra XXI, em orquestraxxi.pt.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.