O Coro e a Orquesta do Teatro de La Scala, dirigido por Riccardo Chailly, vão inaugurar esta reabertura a 10 de maio. No dia seguinte, a Orquesta Filarmónica de Viena, dirigida pelo italiano Riccardo Mutti, subirá a palco. Por fim, a sala receberá um concerto da Filarmónica de La Scala, sob direção do maestro britânico Daniel Harding, a 17 de maio.

"La italiana en Argel", ópera cómica de Rossini, poderá ser vista apenas à distância, e será transmitida em streaming a 25 de maio, afirmou La Scala.

Enquanto espera reencontrar-se com o público, o maestro italiano Riccardo Chailly, diretor musical de La Scala desde janeiro de 2015, e que foi renovado no cargo até 2025, está a gravar um disco para a editora Deutsche Grammophon, dedicado às composições de Wagner e de Strauss, interpretadas pela soprano russa Anna Netrebko.

Os cinemas e salas de espetáculo reabriram parcialmente na segunda-feira em Itália, após uma longa paralisação relacionada com a pandemia da COVID-19, que deixa mais de 120 mil mortos no país.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.