O coletivo brasileiro de humor Porta dos Fundos estará em digressão em dezembro por Portugal com o espetáculo "Portátil".

"Portátil" é descrito como "um espetáculo de improvisação sem interrupções", que parte de uma entrevista com a plateia. A interpretação fica por conta de Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Luís Lobianco e Gustavo Miranda, quatro dos elementos do projeto brasileiro Porta dos Fundos. A direção é de Bárbara Duvivier.

A digressão começa a 17 de dezembro no Theatro Circo, de Braga, seguindo depois por Leiria (dia 18), Aveiro (dia 19), Lisboa (nos dias 21 e 22 na Aula Magna) e Porto, no dia 23 de dezembro na Casa da Música.

"Inspirados por um voluntário da plateia, o elenco cria uma narrativa própria que encena as memórias do entrevistado. No final, o resultado é um espetáculo feito pela plateia e para a plateia", lê-se na nota de apresentação de "Portátil".

Esta não é uma estreia de Porta dos Fundos em Portugal. Em 2014, apresentaram uma versão de palco do projeto, que começou em 2012 com curtos episódios de humor num canal do Youtube, na Internet.

Em três anos de existência, o grupo tornou-se num fenómeno do humor brasileiro, atingindo os dois mil milhões de visualizações e mais de dez milhões de assinantes.

O elenco inclui ainda outros autores, atores e humoristas como Clarice Falcão, António Tabet, Fábio Porchat, Gabriel Totoro, Júlia Rabello e Rafael Infante.

No início de 2015, estiveram em Portugal a lançar a versão televisiva de Porta dos Fundos, através do canal Fox, por cabo.

Atualmente, Porta dos Fundos é já uma empresa de produção de conteúdos de humor, na qual trabalham cerca de 50 pessoas. Entre os planos do grupo está a produção de um filme.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.