O escritor e poeta Jorge Carlos Fonseca, atual Presidente da República de Cabo Verde, venceu o Prémio Literário Guerra Junqueiro, a atribuir em 2020, por “deliberação unânime do júri”, anunciou hoje o próprio chefe de Estado.

“Recebi a notícia com surpresa e satisfação”, afirmou Jorge Carlos Fonseca, reagindo à distinção, que surge no âmbito do anual Festival Literário de Freixo de Espada à Cinta, que decorre naquela localidade portuguesa.

O prémio é atribuído desde 2017, no âmbito daquele festival, que se realiza na terra natal do escritor Guerra Junqueiro, organizado pelo município e pela Editorial Novembro.

Contudo, segundo a mesma mensagem do Presidente da República, a entrega deste prémio deverá acontecer numa “cerimónia organizada para o efeito, provavelmente em Cabo Verde”, no próximo ano.

Em 2017, o prémio foi atribuído ao poeta Manuel Alegre, em 2018 ao poeta Nuno Júdice e este ano a José Jorge Letria, escritor, poeta, jornalista e músico.

O festival literário tem por base a vida e obra do poeta Guerra Junqueiro (1850-1923), tido como "uma referência inquestionável da literatura portuguesa" e com raízes em Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.