A carta foi escrita em janeiro de 1995 quando o artista estava preso por agressão sexual e está agora à venda num leilão online.

Relacionado: Tupac vai ser homenageado com uma estátua. Saiba mais aqui.

Na carta, Tupac explica a Madonna as razões pelas quais terminou a relação entre os dois:

“Para ti, seres vista com um negro não ia prejudicar de todo a tua carreira, até podia fazer-te parecer mais aberta e entusiasmante,” disse o rapper na carta escrita à mão. “Mas para mim, pelo menos essa era a ideia que eu tinha, eu senti que por causa da minha ‘imagem’ eu estaria a desapontar metade das pessoas que me fizeram o que eu achava que era. Nunca te quis magoar.”

Relacionado: “All Eyez On Me”, o filme sobre Tupac Shakur. Descubra mais sobre o filme aqui.

A relação dos dois artistas começou em 1993, quando se conheceram no “Soul Train Music Awards”. Na mesma carta, Tupac também se desculpou por a ter atacado verbalmente depois da cantora ter feito comentários numa entrevista em relação a namorar outros rappers.

“Essas palavras magoaram-me porque eu não sabia que tinhas estado com outros rappers para além de mim. Foi naquele momento, por causa de estar magoado e pelo instinto natural de retaliar e defender o meu coração e ego, que disse muitas coisas.”

Vídeo: Veja aqui a homenagem de Snoop Dogg a Tupac.

O cantor explicou que tinha crescido “espiritual e mentalmente” desde que a relação tinha terminado e pediu desculpas, dizendo: “Por favor, intende a minha posição como um jovem com limitada experiência a namorar com uma sex symbol extremamente famosa.”

A carta vai estar em leilão entre dia 19 e 28 de julho deste ano, com as licitações a começarem nos 100 mil dólares.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.