Nesse dia, primeiro domingo do mês, a visita à exposição no Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado é de entrada gratuita, tal como o concerto no São Carlos, às 11:00, intitulado “Concerto para Amadeo”, de acordo com um comunicado do Teatro Nacional.

Ainda segundo o comunicado, este será o primeiro de um conjunto de itinerários, criados no âmbito de um projeto de ligação entre o teatro e o museu, para que o público visite uma exposição e assista a um concerto ou evento no São Carlos.

Intitulado "Paredes Meias", o projeto que envolve ambas as instituições pretende "dinamizar a oferta cultural do coração da cidade, tornando-a mais integrada, bem como estimular o cruzamento de visitantes e espetadores, aumentando os seus públicos".

No domingo, dia 05 de fevereiro, às 11:00, no ´foyer´ de São Carlos, o "Concerto para Amadeo" é interpretado por João Paulo Santos (piano), António Figueiredo (violino), Pedro Meireles (viola), Irene Lima (violoncelo) e Ricardo Lopes (oboé).

Benjamin Britten (1913-1976), António Fragoso (1897-1918) e Luís de Freitas Branco (1890-1955) foram os três compositores escolhidos para homenagear Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918), seu contemporâneo, e um dos primeiros pintores abstratos portugueses hoje internacionalmente consagrado.

"O Noturno para piano solo em Ré bemol maior de António Fragoso - prematuramente falecido no mesmo ano em que Souza-Cardoso desapareceria, também vítima da peste pneumónica - é uma das mais belas obras da literatura pianística portuguesa, possivelmente composta entre 1910 e 1912, e que viria a ser publicada postumamente, em 1923", salienta o Teatro Nacional de São Carlos, em comunicado.

A exposição “Amadeo de Souza-Cardoso/Porto Lisboa/2016-1916” estará patente no Museu do Chiado até 26 de fevereiro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.