Na tarde de terça-feira, dia 12 de maio, Cláudio Ramos conversou com Hélder sobre os seus comentários homofóbicos, anunciado que o concorrente seria penalizado com uma nomeação.

Depois da conversa do concorrente com o apresentador, vários colegas tentaram defender os comentários de Hélder. Já durante o jantar, Iury conversou com o participante e com Pedro Alves para tentar perceber a sua opinião.

Na emissão de "Você na TV", Manuel Luís Goucha comentou a polémica, frisando que Hélder foi "deselegante" por não ter chamado "Edmar para a conversa". "Eu não entendo [o comentário] como homofobia. Isto é uma atitude condenável, criticável, porque ele nem sequer tem coragem de chamar para a conversa o Edmar", disse o apresentador. "Para mim, homofobia implica destruir o outro, fazer mal ao outro, marginalizar o outro. Claro que isto é uma atitude preconceituosa", frisou.

Para Manuel Luís Goucha, o facto de o concorrente usar a expressão "esse tipo de pessoas" para se referir aos homossexuais é mais chocante. "Isto é preconceituoso", sublinhou, acrescentando que ficou mais incomodado com o assédio no confessionário.

"Ele tem o direito a achar que é preferível ser mulherengo a ser homossexual. Não pode é maltratar, marginalizar, ostracizar, prejudicar, desrespeitar os homossexuais. (...) A mim incomodou-me mais o desrespeito que ele teve no confessionário com uma mulher", rematou.

Veja aqui o vídeo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.