"Não tenho nada e tenho tenho tudo/ Sou rico em sonhos e pobre pobre em ouro": 14 anos depois, os versos do principal tema da banda sonora de "Floribella" continuam na memória dos espectadores. Em breve, será novamente possível ver ou rever todos os episódios da série protagonizada por Luciana Abreu.

"Floribella" irá fazer parte do catalogo de conteúdos do OPTO, o novo serviço de streaming da SIC. A plataforma será lançada no dia 24 de novembro e vai contar ainda com as séries "Médico da Família" ou "Lua Vermelha".

Produzida em Portugal por Cris Morena e Teresa Guilherme, a série é uma adaptação do original "Floricienta", de 2004.

Séries, novelas, documentários, sketches, noticiários e outros formatos produzidos pela SIC vão estar reunidos no OPTO, o serviço de streaming do canal do grupo Impresa. A plataforma será lançada no final do mês e vai contar com duas versões: uma gratuita, que vai agregar as produções já emitidas na televisão; e uma premium que conta com conteúdos exclusivos.

O documentário sobre "Como É Que o Bicho Mexe?", de Bruno Nogueira, formatos originais de Ricardo Araújo Pereira, César Mourão, Ljubomir Stanisic, e espaços informativos apresentados por Clara de Sousa são alguns dos conteúdos que farão parte do catálogo do serviço.

A versão paga do serviço vai ainda permitir que os espectadores vejam "episódios de novelas que passam na antena da SIC 24h antes da sua emissão, ‘catchup’ de 30 dias SIC generalista e dois noticiários diários com a possibilidade de escolher entre a duração de 10, 15 ou 20 minutos".

"A SIC nasceu líder. Líder na independência. Líder no inconformismo. Líder na inspiração. O futuro da SIC passa por fazer sempre mais e melhor. E hoje damos mais um passo nesse caminho, através do lançamento de uma nova plataforma que revolucionará o panorama dos media em Portugal e, mais importante, constituirá uma nova forma do nosso público poder aceder aos melhores conteúdos audiovisuais portugueses", frisa Francisco Pedro Balsemão, em comunicado.

Segundo o canal, a OPTO será uma plataforma com presença em todo o mundo, com um plano específico para quem subscrever a partir do estrangeiro. "A experiência de utilização e de navegação será ao nível das de plataformas internacionais que já existem no nosso país. Mas ao contrário desses serviços de streaming, ao optar-se pela SIC, opta-se por Portugal e pela portugalidade. OPTO SIC porque apenas nesta plataforma se poderão encontrar os melhores conteúdos portugueses", acrescenta o CEO da IMPRESA.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.