Aos 94 anos, Mel Brooks decidiu entrar na campanha eleitoral dos EUA com o primeiro vídeo político da sua vida, em que ataca violentamente Donald Trump pela sua passividade perante a pandemia, e apoia o candidato democrata, Joe Biden.

“Nunca tinha feito um vídeo político. Até agora”, escreveu esta quinta-feira (21) hoje na rede social Twitter o filho desta lendária figura do mundo do cinema, Max Brooks, ao publicar o ‘clip’.

“Olá, amigos. Sou Mel Brooks. Atrás de mim (fora de casa e com uma janela a separá-los) estão o meu filho e o meu neto. E não podem estar comigo aqui. Porquê? Por causa deste coronavirus”, disse.

“E Donald Trump não está a fazer nada sobre isto”, acrescentou.

“Já morreu muita gente. Quando estás morto não podes fazer demasiadas coisas…”, ironizou, antes de assegurar que vai votar em Joe Biden.

“Porque é que gosto do Joe? Porque o Joe gosta dos factos, gosta da ciência. Joe vai manter-nos a olhar para a frente. Escutem o meu conselho: votem no Joe”, recomendou.

Nas primeiras quatro horas depois de ter sido colocado no Twitter, o vídeo recebeu mais de cem mil ‘gostos’ e foi partilhado mais de 38 mil vezes.

Este vídeo de apoio a Biden é o enésimo exemplo do apoio sem falhas aos democratas que Hollywood tem dado perante as eleições presidenciais de 03 de novembro.

Esta eleição ocorre depois de quatro anos em que as ‘estrelas’ de cinema, de televisão e da música nos EUA têm, de forma quase unânime, criticado sem descanso Trump e denunciado as suas políticas quanto a temas como imigração, feminismo, crise climática e racismo, entre muitos outros assuntos.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.