A editora foi criada para divulgar e editar música eletrónica contemporânea feita por músicos, produtores e DJ de Lisboa, em particular dos bairros sociais e periféricos da capital - das duas margens do Tejo -, e cuja identidade passa por África, com a inclusão de kuduro, kizomba e funaná.

Foi através da Príncipe que sobressairam nomes como DJ Marfox, DJ Nigga Fox, DJ Firmeza e Piquenos Djs do Guetto, que, segundo a editora, estarão hoje na noite de aniversário no Musicbox, a casa que tem servido para apresentações regulares dos músicos ao longo destes dois anos.

As edições discográficas, independentes, artesanais e com masterização do veterano engenheiro de som Tó Pinheiro da Silva, e a Internet têm ajudado à divulgação internacional e reforçam a identidade global tanto dos músicos como da editora Príncipe, com referências elogiosas em publicações especializadas, como a Wire e a Pitchfork.

A noite de aniversário de hoje contará com atuações de DJ Marfox, DJ Nervoso, B.N.M. DJs, Nigga Fox DJ, Firmeza, DJ Liofox, DJ Maboku, DJ Lilocox e Niagara.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.