Dois anos depois de "40:02", estreia promissora, os peixe : avião deram o aguardado passo em frente. "Madrugada" ainda não será o seu grande disco - têm tempo para isso -, mas revela-se mais seguro, ambicioso e intrigante, mantendo o grupo num espaço singular dentro do novo rock nacional - e cantado em português.

E melhor do que o álbum foi a ideia de oferecer um bilhete para o concerto a quem o comprasse - para o do Theatro Circo, em Braga, ou para o do Lux, em Lisboa -, até porque as canções dos peixe : avião só têm a ganhar quando ouvidas num palco.

Houve algumas perdas inevitáveis, é certo, sobretudo as colaborações de Manuela Azevedo e Bernardo Sassetti, dois convidados do álbum que não puderam estar presentes no concerto. O que se ganhou, contudo, foi mais forte: enquanto que em disco as canções são tendencialmente densas, abstractas e por vezes algo herméticas, ao vivo revestem-se de uma tensão vertiginosa através de contornos mais dançáveis e musculados.
E é nesta variante mais acelerada que o grupo se torna mais estimulante, com um exemplo forte em "Mudar de Ideias", onde a voz de Ronaldo Fonseca foi acompanhada por um estonteante vendaval instrumental - um dos momentos que comprovou que a insistência da comparação dos peixe : avião com os Radiohead não faz muito sentido, até porque o arranque desta canção não anda longe do que se ouve em "Velocifero", dos Ladytron (elogio).

No final do breve encore, com um tema repescado do primeiro disco, a banda voltou a exibir uma intensidade comparável, com o crescendo desenfreado (e delicioso) de "Frio Bafio". Mas também se encontraram boas canções nos momentos mais apaziguados, desde a belíssima união de voz e teclados de "Sentido de Calma" ao travo jazzy de "Detalhes de um Plano".

A complementar cerca de uma hora musicalmente coesa, o trabalho de luz também justificou elogios e, entre apelativos tons púrpura ou azulados, conseguiu moldar-se bem às atmosferas de cada canção.

"Obrigado por nos fazerem companhia nesta noite", disse o vocalista ao público de um espaço que não encheu mas esteve "bem composto". Os agradecimentos foram, aliás, frequentes enquanto Ronaldo se ocupou da apresentação das canções. E se estariam certamente alguns amigos e familiares entre os espectadores, nem por isso os aplausos foram menos sinceros e merecidos: com um resultado destes já no segundo concerto centrado no novo disco, esta "Madrugada" parece trazer dias luminosos para os peixe : avião neste Outono.

@Gonçalo Sá

Videoclip de "Um Acordo Qualquer":

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.